Você Tem um Plano de Manutenção?

Não importa o processo produtivo ou o equipamento utilizado, seja uma injetora de plásticos, uma colheitadeira ou um motor de Boeing 747, um plano de manutenção é essencial para um bom desempenho, segurança e custos operacionais sob controle.

Saber o que deve ser feito com antecedência é essencial para um bom planejamento.

O exemplo mais comum de plano de manutenção é o que podemos encontrar no manual do proprietário de nossos veículos. A cada limite de quilometragem ou tempo, os componentes expostos a desgaste e perda de desempenho são substituídos, lubrificados ou ajustados, restaurando as condições ideais de operação do automóvel, conforme estabelecidas em projeto.

Saber com antecedência quais ações devem ser efetuadas, nos permite buscar uma melhor otimização tanto da utilização quanto do custo, estimando quantos quilômetros ainda temos dentro do intervalo útil e possibilitando a pesquisa de fornecedores e materiais com relação custo-benefício mais vantajosa.


Exemplo mais conhecido de plano de manutenção.

Em uma planta industrial, numa fazenda ou no hangar de uma companhia aérea não é diferente, saber com antecedência o que deve ser feito garante os detalhes numa etapa essencial ao desenvolvimento sustentável de uma organização: o planejamento.

O planejamento baseado em um plano de manutenção permite que os equipamentos estejam disponíveis durante o intervalo crítico de operação, garantindo que a produção seja concluída ou entregue dentro dos custos estimados, no prazo contratado.

Em um nível mais estruturado, o plano de manutenção pode ser otimizado de acordo com o histórico operacional de cada equipamento, através do monitoramento contínuo do seu desempenho. Aqui são empregadas plenamente as ferramentas de engenharia de confiabilidade, estimando detalhadamente cada etapa de solicitação dos equipamentos e seu reflexo em custos e desempenho operacional, identificando as oportunidades para uma intervenção e condições ideais, diminuindo substancialmente os custos.

No atual cenário econômico brasileiro, sabe-se da capacidade instalada ociosa na indústria, porém, com a expectativa de reformas, a confiança do investidor pode se transformar numa forte demanda em um curto período de tempo. Nessa hora, um plano de manutenção bem estruturado pode fazer a diferença entre aproveitar ao máximo a capacidade produtiva ou ter custos inesperados.

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo